Operação-SC-V Uma promoção do:
Operação-SC-V Uma promoção do:
Sinta-se livre para entrar em contato:
Notícia 27.05.2015

A Fundação CERTI (Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras) apresenta no próximo dia 1o de junho, em Florianópolis, a terceira edição do programa InovAtiva Brasil, iniciativa do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) que prevê capacitação, mentoria e conexão ao mercado para startups brasileiras. A CERTI é a entidade responsável pela execução do programa neste ano, que já alcançou nas duas primeiras edições 2.343 projetos submetidos, 178 startups mentorados e 95 finalistas. Na segunda edição, realizada em 2014, o primeiro lugar do InovAtiva ficou com uma empresa de Florianópolis, a startup Solar Conversion.

A edição 2015 do programa conta com novidades para as startups participantes, como acesso diferenciado a editais de fomento do CNPq-SETEC/MEC e SENAI, além de perspectiva de internacionalização com fundo do Reino Unido. As inscrições já estão abertas pelo site            www.inovativabrasil.com.br e encerram no dia 19 de junho. O principal objetivo do InovAtiva Brasil, que tem como parceiros a  Endeavor Brasil e o SENAI, é ajudar empreendedores a transformarem iniciativas inovadoras de qualquer setor (Tecnologia de Informação, Indústria e Serviços) em negócios de sucesso. Além disso, por meio de mentores e a participação de empresas líderes de mercado no país, as startups terão uma conexão direta com o mercado e a possibilidade de identificar oportunidades de negócio e inovação que resolvam problemas da indústria nacional.

O evento de lançamento do InovAtiva Brasil em Santa Catarina acontece no Instituto SENAI de Tecnologia em Automação e TIC (SC-401), a partir das 18h30 e contará com a apresentação do Coordenador de Projetos da CERTI, Carlos Eduardo Bizzotto, e vai destacar cases de sucesso de startups catarinenses, como a Hórus Aeronaves (pioneira no estado na fabricação de drones) e a CataMoeda (desenvolvedora de solução para incentivar a circulação de moedas no varejo). Os participantes Jefferson Gomes, do SENAI, e Marcus Muller, do fundo Cventures, trarão novidades sobre mecanismos de inovação e as melhores práticas para atrair investidores. O evento tem o apoio da FIESC, SENAI, IEL e CEJESC. As inscrições para estão disponíveis neste link: http://goo.gl/7Z36V0.

 

 Convite regional Floripa V6

 

Notícia 22.05.2015

As inscrições para o Prêmio Empreendedor Social e Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro estão abertas até dia 31/05. A premiação concedida pela Folha em parceria com a Fundação Schwab é voltada para empreendedores à frente de iniciativas inovadoras em áreas como educação, ambiente, acesso à saúde e inclusão.

O objetivo deste concurso é estimular empreendedores que tenham de 18 a 35 anos e seus projetos com no máximo três anos e no mínimo um ano de vida, justamente a fase mais crítica e sensível de qualquer organização.

Os finalistas das duas categorias têm suas histórias contadas em um caderno especial publicado pela Folha e participam da Escolha do Leitor, na qual os internautas elegem seu projeto preferido em votação no UOL. Os vencedores serão conhecidos em outubro e premiados em novembro. Dentre os prêmios estão bolsas de estudo em instituições renomadas como Harvard e Stanford.

Para mais informações, clique aqui.

Fonte: Folha de S. Paulo

Notícia 20.05.2015
Evento CERTI- FIESP-São Paulo-SP 27-04-2015_ Denis RibeiroIMG_0447

Foto: Denis Ribeiro

A Secretaria de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) abre inscrições para a terceira edição do InovAtiva Brasil, programa de capacitação, mentoria e conexão para startups brasileiras. Com novidades na edição 2015, a iniciativa irá oferecer aos participantes acesso diferenciado a editais de fomento do CNPq-SETEC/MEC e SENAI, além de perspectiva de internacionalização com fundo do Reino Unido. As inscrições podem ser feitas pelo site www.inovativabrasil.com.br até o dia 19 de junho.

O principal objetivo do programa, executado pela Fundação CERTI em parceria com entidades como Endeavor Brasil e SENAI, é ajudar empreendedores a transformarem iniciativas inovadoras de qualquer setor (Tecnologia de Informação, Indústria e Serviços) em negócios de sucesso.

 

Segundo o secretário de Inovação do MDIC, Marcos Vinícius de Souza, o InovAtiva Brasil surgiu como uma resposta do Ministério a demandas recebidas há três anos por fundos de investimento, sobretudo estrangeiros. “Percebemos cinco grandes problemas no ecossistema brasileiro que motivaram a criação do InovAtiva: a falta de perfil empreendedor, validação e modelagem de negócios deficientes, capacitações inadequadas para negócios de alta tecnologia, metodologias específicas apenas nos grandes centros e pouco networking empresarial”, destacou Souza.

 

Em três pilares – capacitação, mentoria e conexão – o programa InovAtiva já alcançou em duas edições 7000 empreendedores e profissionais cadastrados na plataforma, 2343 projetos submetidos, 178 mentorados e 95 finalistas. Nesta terceira edição, a proximidade com grandes empresas brasileiras de diversos segmentos será uma das prioridades, segundo apontou Souza – a ideia é atrair executivos de experiência para se tornarem mentores do programa e, com isso, passarem a identificarem oportunidades de negócios, inovação e aprendizado no ecossistema de startups.

 

Evento CERTI- FIESP-São Paulo-SP 27-04-2015_ Denis RibeiroIMG_0773

Foto: Denis Ribeiro

Fases do programa

Na primeira etapa, que vai até o dia 19 de junho, o InovAtiva receberá a inscrição de empreendedores em participar do ciclo de aceleração. Estão aptos negócios pré-operacionais ou empresas estabelecidas com até 5 anos de operação, aqueles com faturamento anual máximo de R$ 3,6 milhões e que não tenham recebido investimentos superiores a R$ 500 mil. Novos negócios (spin-offs) criados por empresas estabelecidas há mais de cinco anos também podem participar.

 

Após a fase inicial de inscrição, os projetos mais destacados passam para a segunda fase, na qual os empreendedores ficam em contato direto com mentores – empreendedores de sucesso, executivos de médias e grandes empresas, investidores e consultores – que ajudam as startups a compreender o mercado e a desenvolver seus produtos.

 

Na terceira e última fase, após mais dois meses de mentoria, os 100 negócios mais estruturados participam de uma banca de apresentação dos negócios a investidores e grandes empresas. Todas as atividades do programa são gratuitas aos participantes.

 

Diferenciais da edição 2015

  • O MDIC aprovou um projeto no Prosperity Fund, programa de cooperação do Reino Unido, que prevê a participação de 15 finalistas do InovAtiva 2015 com perspectiva de internacionalização para conectar os seus negócios com investidores, aceleradoras, empresas e outros atores britânicos;
  • No Edital de Inovação da Indústria, que financia projetos de Pesquisa e Desenvolvimento de empresas em parceria com unidades do SENAI, os finalistas do InovAtiva terão uma pontuação extra na avaliação dos projetos pelo SENAI;
  • Parceria com o Ministério da Educação no âmbito das Chamadas de apoio financeiro a projetos de empresas com Institutos Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, “Chamada CNPq-SETEC/MEC – Apoio a Projetos Cooperativos de Pesquisa Aplicada e de Extensão Tecnológica”. A novidade é que o MEC vai criar dentro da Chamada uma Linha de Apoio exclusiva para startups finalistas do InovAtiva Brasil. As empresas finalistas das edições anteriores, 2013 e 2014, também terão acesso.

Números Edições 2013 e 2014

  • Projetos submetidos: mais de 2.300
  • Startups selecionadas (Fase 2): 178
  • Startups finalistas (Fase 3): 95

Cronograma

  • Inscrição de projetos: 27/04 a 19/06
  • Divulgação dos 300 selecionados: 13/07
  • Fase 2: 13/07 a 09/10
  • Fase 3: 13/10 a 30/11

Mais informações sobre o InovAtiva Brasil e inscrições: inovativabrasil.com.br