Operação-SC-V Uma promoção do:
Operação-SC-V Uma promoção do:
Sinta-se livre para entrar em contato:
Notícia 26.10.2015

Além do Sinapse da Inovação, com inscrições até 05/11, diversos programas de incentivo ao empreendedorismo inovador ou de aceleração estão com inscrições abertas até o fim do ano. Selecionamos alguns que podem interessar aos membros da comunidade Sinapse:

 

 

Acelera StartUp – inscrições gratuitas até 27/10

Nos dias 16 e 17 de novembro o Comitê Acelera FIESP (CAF), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, realiza em São Paulo a 7ª edição de um dos maiores eventos de investimento-anjo da América Latina, o Concurso Acelera Startup – Etapa Capital. Empreendedores com soluções inovadoras terão à sua disposição dois dias de mentoria, networking e investimento para aprimorarem seus projetos ou suas empresas. Inscrições em http://hotsite.fiesp.com.br/acelera/.

 

Natura Campus – Hackaton Ekos – inscrições até 16/11

O programa Natura Campus realiza a 2ª edição do Hackaton Ekos, uma maratona de troca de ideias que visa conectar a natureza e a Amazônia com o dia a dia das pessoas. Serão quatro dias imersos em Belém, por conta da Natura, com troca de conhecimentos, colaboração e oportunidade de networking. Mais informações e inscrições em

http://www.naturacampus.com.br/cs/naturacampus/desafio/hackathon-ekos

 

Innovation Day 3M, Anprotec & Consecti – inscrições até 16/11

A 3M do Brasil busca projetos, processos e produtos inovadores em diversas áreas, desenvolvidos por empresas vinculadas a parques científicos e tecnológicos e incubadoras de empresas associados à Anprotec. Podem participar empresas que desenvolvam projetos e produtos nas seguintes áreas: tecnologias ligadas à sustentabilidade, novos materiais sustentáveis e/ou de fonte renováveis; tecnologias para as áreas de segurança pessoal, viária e controle de acesso; tecnologias transformadoras do modo de vida; nova geração de tecnologias para a área de saúde; e materiais inovadores disruptivos e outras tecnologias formadoras destes. Os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação, oportunidades de mentoria w treinamentos focados na criação de empreendimentos, inspirado no Modelo Coreano de Cultura de Economia Criativa, implantado na Coreia do Sul pelo CCEI Daegu – Centro de Economia Criativa e Inovação. Acesse a chamada: http://www.anprotec.org.br/Relata/SAMSUNG%20ANPROTEC_CHAMADA%20EMPRESAS%202015.pdf e o formulário de inscrição: http://www.fundacity.com/programa-de-promoo-da-economia-criativa-cooperao-samsung-anprotec-ccei/apply/512.

 

Programa de Promoção da Economia Criativa – inscrições até 16 de novembro

Resultado da parceria entre Samsung, Anprotec e CCEI Daegu (Coreia do Sul), o processo tem o objetivo de identificar e oferecer suporte a novos projetos de empreendedorismo em todo o país que busquem criar mudanças positivas na sociedade por meio de soluções nas áreas de educação digital, saúde digital, segurança da informação e mobilidade/soluções de convergência (telefones, tablets e wearable). As propostas submetidas serão avaliadas por uma banca especializada, formada por Samsung, Anprotec e as incubadoras selecionadas. Serão selecionadas até oito empresas, distribuídas entre as diferentes regiões do país. Os projetos escolhidos receberão investimentos da ordem de R$ 140 mil, além de infraestrutura física, metodologia de incubação e oportunidades de mentoria. A fase de incubação tem início em janeiro e dura seis meses. Edital em http://www.anprotec.org.br/Relata/SAMSUNG%20ANPROTEC_CHAMADA%20EMPRESAS%202015.pdf.

 

 

Notícia 22.10.2015

Comunicamos que foi publicado o termo de retificação do edital de chamada pública FAPESC nº 03/2015. Clique aqui para conferir as alterações.

As mudanças abrangem a admissibilidade do empreendedor e do candidato à bolsa. Com relação ao empreendedor, acrescenta-se o seguinte critério: “c) Residir, no mínimo, 2 (dois) anos em Santa Catarina ou estar vinculado a uma ICTI de SC”. Com relação ao candidato à bolsa, onde antes constava “c) Ser brasileiro ou possuir veste permanente no país e ser residente no Estado de Santa Catarina durante o período de vigência da bolsa” passa a vigorar “c) Ser brasileiro ou possuir visto permanente no país e ser residente no Estado de Santa Catarina durante o período de vigência da bolsa”.

No caso de maiores dúvidas, entre em contato com [email protected]

Notícia 13.10.2015

Quatro cidades catarinenses recebem eventos de divulgação do Sinapse nesta semana. Na terça-feira, dia 13/10, o coordenador institucional do programa professor Antônio Rogério de Souza, estará no auditório do IFSC de Florianópolis para apresentar o programa e tirar dúvidas do público. A empresa Hórus, contemplada na última edição do Sinapse, também estará presenta para contar seu case de sucesso.

No dia 14/10 haverá uma apresentação do Sinapse juntamente com a palestra de abertura da Feira da Empregabilidade e Empreendedorismo da UNIDAVI – GTEC, em Rio do Sul. O evento tem início às 19h30. Na quinta-feira, dia 15/10, os empreendedores de Chapecó poderão conhecer melhor o Sinapse durante o evento que ocorre a partir das 19h45 no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes. O evento contará ainda com a palestra do empresário Roberto Zagonel e com a apresentação do case da empresa Hub2b.

Fechando a semana, também no dia 15/10 será realizada uma apresentação do Sinapse no Salão Nobre da Unisul de Tubarão, a partir das 19h30.

Na última semana os eventos do Sinapse movimentaram cerca de 500 pessoas em Itajaí, no dia 08/10, durante o SCIE – Seminário de Ciência, Inovação e Empreendedorismo da Univali. No mesmo dia foi realizada, ainda, uma videoconferência com alunos do SENAI de todo o estado a partir do SENAI de Florianópolis. Em 09/10 cerca de 20 estudantes, professores e funcionários da UFSC estiveram no auditório do CSE par acompanhar a apresentação sobre o programa, que trouxe um case da empresa PodShare. 

Notícia 09.10.2015

Com auxílio do programa Sinapse da Inovação, a empresa Fervetec, de Rio Negrinho, produziu um sistema eletrônico para controlar o reuso de água em edificações e que pode economizar em 50% o consumo de água. O projeto recebeu R$ 50 mil em cursos da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina) para ser executado ao longo de um ano.

O sistema torna automático o reuso da água, limitando ao máximo a intervenção humana, tornando o procedimento confiável e de baixo custo, e as operações padronizadas e simples.  O processo é coordenado por uma placa eletrônica que trabalha com fluxo de água em todo o edifício, como lavanderia, pias, chuveiro e captação de água da chuva. A água passa por filtros de limpeza e se desloca até a cisterna, então a placa eletrônica faz a leitura dos níveis com sensores instalados nos reservatórios. A água armazenada é direcionada para a caixa de descarga do banheiro e torneiras externas, e a placa executa a comunicação entre os sinais de entrada e as saídas (bombas, válvulas, sensores, chaves).

 

fervetec-manual-reuso-agua

  O produto chamado de CERAGUA (Controlador Eletrônico para Reuso da Água) possui uma função de controle na lavação externa, para onde o equipamento direciona a água com pressão, minimizando o uso de água tratada onde não é necessário. “Outro diferencial do CERAGUA é que ele monitora quando não houver água de reuso no sistema hidráulico e a direciona conforme necessidade”, diz Adriano da Veiga, coordenador do projeto.  O custo de instalação do equipamento depende do dimensionamento de todo o sistema hidráulico que abrange o reuso e a captação da água da chuva e da máquina de lavar. A economia no consumo de água está estimada em 50%. A Fervetec fez uma parceria com o SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) de Rio Negrinho, que tem estimulado em escolas o cuidado com o meio ambiente utilizando o Controlador Eletrônico de Reuso de Água. A partir dessa parceria, outras entidades manifestaram interesse em implantar o sistema, como a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) do município, que já o instalou e deu feedback positivo da eficiência do sistema. “Estamos efetuando orçamentos em outros pontos, como APAE de Itaiópolis, um hotel em São Bento do Sul, uma construtora de Joinville com projeto dentro de uma indústria, e em residências de Rio Negrinho”, conta Adriano.

fervetec-5-1024x576

Depois da abertura com auxílio do Sinapse, a empresa já participou de etapa de seleção do Exporta-SC, programa para internacionalização de empresas catarinenses,  e de edital da ANA (Agência Nacional das Águas), a fim de complementar o orçamento e poder crescer no mercado.

Fonte: Jéssica Trombini – Assessoria de Comunicação da FAPESC