Operação-SC-VI Uma promoção do:
Operação-SC-VI Uma promoção do:
Sinta-se livre para entrar em contato:
Notícia 08.11.2016

Até o dia 04 de dezembro estão abertas as inscrições para a Primeira Jornada de Aceleração do FIEMG Lab. Desenvolvido pelo Governo do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG e SEDECTES), SEBRAE e a Confederação Nacional da Indústria – CNI, o FIEMG Lab é um programa de aceleração de startups com o propósito de ser um nexo entre as indústrias e projetos inovadores de base tecnológica de origem de mercado, corporativa e/ou acadêmica. O programa abraça os projetos que tenham potencial de se tornarem um negócio de alto impacto de mercado e desenvolvimento socioeconômico. Para isso acontecer, conta com o diferencial de oferecer a rede de contatos estratégicos no Brasil e no mundo do Sistema Indústria e dos parceiros.

Vale ressaltar que a aceleração não se restringe a buscar soluções para a Indústria, mas, sobretudo, gerar negócios de impacto. Se esse impacto alcança a economia e a sociedade, a Indústria também se beneficia.

O FIEMG Lab tem por objetivo encontrar times e projetos já em desenvolvimento, como os que já passaram pelo Sinapse da Inovação e que atuem com tecnologias transversais como Internet das Coisas, Prototipagem e Produção 3D, Big Data Analytics, Learning Machine, Computação Cognitiva, Redes Sociais e Novos compostos e Novos materiais capazes de criarem soluções reais em Produtividade e Eficiência, Inovação Nacional/Global, Aquisição de Mercado, Sustentabilidade e Tecnologias Hardware.

 

Alguns dos benefícios que o Programa oferece aos times:

 

– Apoio financeiro aos times na modalidade de bolsas;

– Mentorias com especialistas;

– Concessão de investimento financeiro para as 15 empresas selecionadas para a FASE 3 do Programa, no valor de R$50.000,00 a R$100.000,00;

– Escritório compartilhado em ambiente propício à criatividade e networking pelo convívio em um dos principais ecossistemas de inovação e empreendedorismo do Brasil;

– Pontuação extra no Edital SENAI SESI DE INOVAÇÃO para os PROJETOS aprovados no FIEMG Lab;

– Pré-análise de impacto social para as 35 empresas selecionadas na fase 2 seguindo padrões dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU;

– Acesso especial a consultorias tecnológicas oferecidas pelo SEBRAE MG;

– Acesso ao Laboratório de Prototipagem Rápida e Centros de Inovação e Tecnologia do SENAI;

– Mentoria na elaboração de projetos para captação de recursos.

 

 As inscrições para a Jornada de Aceleração podem ser realizadas através da plataforma Fundacity, até o dia 04 de Dezembro de 2016 e serão selecionados 100 projetos até janeiro de 2017. Durante 18 meses, os selecionados passarão por 4 fases de aceleração e novas seleções e, no final, 5 negócios inovadores terão o suporte para a expansão acelerada por meio dos  parceiros tecnológicos de mercado do programa e motivados à internacionalização.

Acesse o site do FIEMG Lab para saber mais: http://www.fiemglab.com.br/ 

 

“Através da mobilização de jovens, estudantes e empresários abertos a essa cultura inovadora de startups, podemos acreditar na construção de um futuro melhor. Estamos preparando as pessoas e as empresas para entenderem como esse futuro vai impactar na vida de todos e serem parte da construção dele” 

Fabio Veras – Gestor do programa FIEMG Lab

 

fiemg-lab-3

Notícia 07.11.2016

Confira alguns editais e programas de incentivo ao empreendedorismo que estão com data marcada:

 

 

102-ice

Programa de Incubação e Aceleração de Impacto, inscrições até 08 de novembro

O Programa Aceleração e Incubação de Impacto tem como objetivo mobilizar aceleradoras e incubadoras a desenharem estratégias para atrair, selecionar e acompanhar a estruturação de Negócios de Impacto Social no seu portfólio. Em sua 2ª chamada, a iniciativa é fruto de uma parceria da Associação com o Sebrae e o Instituto de Cidadania Empresarial (ICE). Podem participar aceleradoras e incubadoras de empresas ligadas à Anprotec, com pelo menos dois anos de atuação e que tenham apoiado, no mínimo, quatro empresas.

Informações e inscrições neste link.

 

 

 

 

100-e-commerce-rio

Conferência E-commerce Brasil – RIO, 08 e 09 de novembro no Rio de Janeiro

Em sua 5ª edição, a Conferência E-Commerce Brasil RIO traz os principais players locais e nomes importantes do varejo brasileiro para discutirem as perspectivas e as melhores práticas do mercado. O congressista terá acesso ao auditório principal, onde acontecem as palestras e os painéis, área de workshops técnicos, momento de confraternização e networking no encerramento do evento.

Informações e inscrições neste link.

 

 

 

 

99-oxigenio-aceleradora

3º Ciclo de aceleração da Oxigênio Aceleradora, inscrições até 09 de novembro

Oxigênio Aceleradora vai selecionar para o seu 3º ciclo de aceleração, startups com soluções inovadoras para receber investimento direto de US$ 50.000,00 e serem aceleradas por três meses em São Paulo. Depois disso, os empreendedores irão para o Vale do Silício em uma segunda etapa de aceleração, por até três meses, dentro da Plug and Play. As inscrições vão até o dia 09 de novembro.

Informações e inscrições neste link.

 

 

 

 

101-finit

Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia – FINIT, de 09 a 13 de novembro em Belo Horizonte 

A primeira Feira Internacional de Negócios, inovação e Tecnologia – FINIT reunirá grandes e consolidados eventos em um só local e trazendo como público startups, grandes empresas, estudantes, pesquisadores e profissionais das áreas de tecnologia, inovação e ensino superior. O evento acontecerá no Expominas e incentiva a troca de informações, soluções e oportunidades e a geração de negócios, promovendo o intercâmbio e incremento do que há de mais avançado em termos de tecnologia, inovação e empreendedorismo em diversas áreas.

Informações e inscrições neste link.

 

 

Notícia 03.11.2016

post_facebook_10edicaoAté o dia 07 de dezembro, estão abertas as inscrições para o Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável. Uma iniciativa do Instituto Superior de Administração e Economia – ISAE e do Grupo Paranaense de Comunicação – GRPCOM, o Prêmio visa identificar e reconhecer o empreendedorismo e a sustentabilidade nos principais setores de atividades econômicas do Brasil e que contribuíram, que continuam contribuindo e que poderão contribuir para o desenvolvimento sustentável da sociedade. O reconhecimento também tem o objetivo de incentivar a geração de projetos que visem o aumento da competitividade das empresas brasileiras e a geração de trabalhos acadêmicos técnicos e científicos que visem o desenvolvimento de senso crítico e novos projetos viáveis para execução.

Os projetos são divididos em quatro categorias e seis modalidades:

 

Categorias:

  • Empreendedorismo Social;
  • Empreendedorismo Ambiental;
  • Empreendedorismo na Educação; e
  • Empreendedorismo Econômico.

Modalidades:

  • Empresarial (Empresa de Micro e Pequeno Porte, Empresa de Médio Porte, Empresa de Médio-Grande e Grande Porte);
  • Acadêmico (Graduação e Pós-Graduação); e
  • Pessoa Física (Plano de Negócio)

Os participantes que tiverem os seus trabalhos selecionados após a inscrição, terão a oportunidade de exibir os seus projetos nos Grupos de Trabalho e a chance de detalhá-los para uma banca avaliadora.  Os vencedores serão anunciados durante a cerimônia de premiação no dia 08 de fevereiro de 2017, em Curitiba/PR.

Confira mais detalhes sobre o Prêmio neste link. As inscrições podem ser realizadas até 07 de dezembro no site: http://www.isaebrasil.com.br/premio/.

 

 

Notícia 26.10.2016

A captação de recursos financeiros é uma etapa muito importante para impulsionar um projeto inovador e já discutimos isso aqui. Existem diversas formas de adquirir financiamentos e, com a internet, as modalidades de crowdfunding (financiamento coletivo) tem ganhado cada vez mais espaço.

O crowdfunding se resume a uma “vaquinha” onde pessoas comuns podem investir em projetos de seu interesse, seja compartilhando a ideia, doando alguma quantia ou adquirindo o produto. Além do baixo custo, as plataformas de crowdfunding são grandes difusoras de boas ideias devido ao grande alcance obtido pela campanha que está sendo feita para levantar fundos. São exemplos de plataformas de crowdfunding: KickStarter, Catarse, Kickante, Benfeitoria, etc.

Existem diversas plataformas de financiamento coletivo e vários tipos de investimentos que podem ter contrapartida ou não. No crowdfunding sem contrapartida, ou seja, doação, o dinheiro doado ao projeto apoiado não necessariamente gera um retorno ao doador. Já no crowdfunding com contrapartida ou baseado em prêmios, ao contribuir financeiramente com um projeto, o apoiador recebe em troca um brinde, um serviço, ou o protótipo de um produto. Nos dois casos, a campanha possui um prazo para terminar e funciona na base do “tudo ou nada”, ou seja, ou o projeto consegue atingir a meta e recebe o montante, ou caso não atinja a meta dentro do prazo, não recebe nada.

Entre os tipos de financiamento coletivo, existe também o equity crowdfunding, uma modalidade introduzida no Brasil recentemente. O equity crowdfunding segue a mesma lógica do crowdfunding tradicional, com a diferença de ser baseado em investimentos em empresas nascentes.

No processo de equity crowdfunding, uma startup oferece um percentual de participação societária a outros usuários em troca de investimentos que serão utilizados na implementação do seu modelo de negócios. É uma forma simples de conectar investidores às startups que buscam captar recursos, sendo que a modalidade não exige um investimento mínimo tão alto quanto à bolsa de valores por exemplo. Ao aportar recursos em uma determinada startup, o investidor está apostando no crescimento da empresa investida para atingir rentabilidade no futuro. São exemplos de plataformas de equity crowdfunding: Eqseed, Broota, Eusocio, etc.

5-testesifscA sináptica Surf Evolution, contemplada na quarta edição do programa no estado, resolveu apostar nesta nova modalidade de financiamento para implementar seu plano de negócios. A startup lançou uma campanha de equity crowdfunding oferecendo a investidores de todo o país 10% da empresa, dividida em 100 partes iguais de R$10 mil.

A Surf Evolution desenvolveu uma linha de equipamentos funcionais para o aprendizado e treinamento do surfe e outros esportes. Os equipamentos além de auxiliarem o condicionamento físico, emitem uma avaliação do desempenho no final do treino e utilizam a realidade virtual para proporcionar experiências interativas ao usuário.

Confira a campanha no link http://www.funcionalse.com/