Operação-SC-VI Uma promoção do:
Operação-SC-VI Uma promoção do:
Sinta-se livre para entrar em contato:
Notícia 11.10.2016

21285102A sináptica PackID, de Chapecó-SC, da área de Nanotecnologia e Big Data, recebeu ontem (10/10), um prêmio de 10 mil euros em Berlim, na Alemanha. O investimento provém do programa de aceleração de startups AdMaCom, por meio da rede internacional INAM (Innovation Network Advanced Materials). Desde agosto, cinco startups catarinenses, junto a outras 10 europeias selecionadas, competiram no AdMaCom e a PackID se destacou como a melhor entre elas, levando para casa o prêmio.

Durante o programa de aceleração, as startups receberam treinamentos, assim como orientações de negócios e tecnologia para desenvolver produtos e soluções inovadoras. Das cinco brasileiras participantes do AdMaCom, todas eram catarinenses e 3 oriundas do Sinapse da Inovação, sendo a vencedora PackID e a Due Laser, da quinta edição do programa em Santa Catarina, e a Nanoscoping, contemplada da quarta edição. As outras duas representantes brasileiras são a ETAX (São Bento do Sul) e a Alkimat (São José).

Os sócios da PackID, Caroline Dallacorte e Thales Akimoto desenvolveram uma etiqueta adesiva com nanosensor de temperatura que auxilia a cadeia alimentícia e farmacêutica a monitorar em tempo real, via desktop ou mobile, seus produtos. De acordo com Caroline, o ganho da solução está na oferta de prevenção, pois estes ramos da economia perdem produtividade devido à falta de um serviço/produto como este no mercado.

A conquista foi tema da coluna de ontem da jornalista Estela Benetti, do Diário Catarinense, confira aqui.

Parabéns PackID!

 

 

 

 

Notícia 11.10.2016

De 03 a 07 de outubro, quatro startups catarinenses participaram do AIT – Academia Industry Training – Camp Rio de Janeiro, primeira etapa do programa que visa de transformar pesquisas de brasileiros e suíços em inovações de mercado.

O programa é uma iniciativa da École Polytechnique Fédéral de Lausanne (EPFL), da Suíça, organizado no Brasil pela Swissnex Brazil, com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Durante o encontro, pesquisadores de 10 startups do Brasil e 10 startups da Suíça, receberam workshops para desenvolver sua capacidade empreendedora, abordando a análise de mercados, estratégias para captação de recursos e preparação para a apresentação da empresa (pitch). Além disso, os empreendedores visitaram instituições-chaves do Brasil, participando de palestras e eventos de networking para identificar oportunidades de mercado e estreitar as relações entre atores dos dois países.

Das 10 empresas brasileiras selecionadas, quatro são catarinenses sendo três delas contempladas na quinta edição do programa Sinapse da Inovação: Revella, i9 Biotec e Nanovets. A Revella, representada por Mateus Vieira Carlesso, é uma empresa focada em pesquisa e desenvolvimento de produtos relacionados à biotecnologia e está trabalhando em um revelador de patógenos. A i9 Biotec, representada pela Maria de Lourdes Borba Magalhães, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina, é voltada para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos inovadores, incluindo kits de purificação de amostras de DNA, enzimas biotecnológicas e outros insumos. A Nanovets, representada por Leandro Antunes Berti, tem como objetivo o desenvolvimento de fármacos, equipamentos e serviços voltados ao uso animal.

Todas as empresas catarinenses foram premiadas no evento final, que ocorreu na sexta-feira, 07 de outubro, na Associação Comercial do Rio de Janeiro. As empresas tiveram destaque como melhor pitch (Nanovets), destaque empreendedor (Revella), votação popular (N-Power) e melhor apresentação de todas (i9 Biotec).

Após o Camp no Rio, os participantes seguirão para Lausanne e Zurique, de 28 de novembro a 02 de dezembro, quando participarão da segunda etapa do programa.

14567467_685592261588260_6545800144311824895_o

Notícia 05.10.2016

Ontem (04/10), aconteceu no Teatro Governador Pedro Ivo em Florianópolis, a solenidade que marca o início da etapa de pré-incubação das 91 empresas que foram contempladas na 5ª edição do programa Sinapse da Inovação. Cada empresa receberá 60 mil em subvenção econômica, além de recursos destinados à contratação de bolsistas, por meio da FAPESC. Estiveram presentes autoridades como o ministro da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, o Governador do Estado, João Raimundo Colombo, o Secretário Estadual de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini, o Prefeito de Florianópolis, César Souza Júnior, o Presidente da FAPESC, Sérgio Gargioni e o Presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Gelson Merisio.

 

empreendedores_sinapse

No período da tarde, os representantes das empresas contempladas seguiram para o SEBRAE, onde aconteceram os primeiros workshops de capacitação da etapa pré-incubação do programa. Na ocasião, as empresas receberam orientações sobre a metodologia Sinapse de pré-incubação e participaram de oficinas de Produto e Modelos de Receita, ministrados pelo professor da UFSC e coordenador do Laboratório de Orientações da Gênese Organizacional, Luiz Salomão Gomes e pelo consultor de negócios da Fundação CERTI Carlos Eduardo Negrão Bizzotto, respectivamente.

“O objetivo desta nova etapa do programa é o aperfeiçoamento do produto das startups, o desenvolvimento do seu plano de negócios e a aproximação das mesmas com o primeiro cliente e investidores. Para tanto, as empresas receberão 40 capacitações online com palestras sobre temas que estimulem o seu desenvolvimento nos 6 eixos do modelo Sinapse (Produto, Tecnologia, Mercado, Equipe, Gestão e Capital)”, explica Leandro Carioni, Diretor da Fundação CERTI, que executa o Sinapse da Inovação.

 

Premiação da Bolsa de Valoração de Ideias

 post_facebook

Durante a abertura do evento no período da tarde, no SEBRAE, aconteceu a premiação dos 5 vencedores da Bolsa de Valoração de Ideias – BVI, mecanismo similar a uma bolsa de valores criado para incentivar a participação no Sinapse.

Durante o período de submissão de ideias, qualquer pessoa, ao se cadastrar na plataforma do programa, recebia 20 créditos virtuais que poderiam ser aplicados nas ideias que julgasse mais promissoras.

As aplicações, seguidas de comentários em forma de feedback para os empreendedores proponentes das ideias, foram confrontadas com as notas aplicadas pelos avaliadores. O resultado obtido na multiplicação dos créditos aplicados pelas respectivas notas gerou uma pontuação para cada investidor participante.

Nessa quinta edição em Santa Catarina, o Sinapse da Inovação teve a participação de 4.922 investidores, que aplicaram um total de 38.587 créditos virtuais em 1.719 ideias inovadoras. Os cinco melhores investidores da BVI foram premiados com um iPad durante o encontro:

  1. Gabriel Francisco Medeiros Bogo;
  2. Luiz Guilherme Erthal Gianesini;
  3. Monique Terezinha Cezário Eleutério;
  4. Pedro Shioga; e
  5. Renan Corrêa Torres.

 

 

 

 

Notícia 28.09.2016

Terminam na próxima sexta-feira, dia 30 de setembro, as inscrições para a segunda edição do Inove Senior, programa de aceleração de startups promovido pela Senior, empresa catarinense especializada na oferta de software para gestão empresarial, de pessoas, logística e de controle de acesso. A iniciativa é voltada a startups de todo o Brasil, que tenham projetos nas áreas de software e hardware e que explorem novas demandas de mercado, como IoT (Internet das Coisas), Big Data, Inteligência Artificial, entre outras. As duas finalistas receberão investimentos de até R$ 500 mil.

A primeira edição do programa, realizada em 2015, disponibilizou mais de mil horas de mentoria, consultoria e capacitação às 10 startups selecionadas. Segundo Maíra Rabelo, CEO da M2Agro, o Inove oferece acesso ao mercado e conhecimento em áreas diversas. “Durante a aceleração, conseguimos validar o negócio da startup e definir os melhores caminhos para chegar aos nossos clientes, trabalhando em larga escala. O programa nos deu potencial de escalabilidade e força para alavancar a empresa a um crescimento ainda maior”, afirma. Finalista da primeira edição, a M2Agro foi uma entre as três startups que passaram a ser unidades de negócio da Senior e hoje têm seus produtos incluídos no portfólio da companhia.

 

Expectativas e requisitos

 
“A última edição do Inove trouxe excelentes resultados, com projetos interessantes e com muita aderência ao mercado e ao negócio da Senior. Para este ano, estamos bastante empolgados com a possibilidade de aceleração de startups que atendam novas demandas importantes do mercado em termos de hardware e software”, explica o Gerente de Inovação da Senior, Cacio Packer. “Além dos benefícios financeiros, as startups que participam do projeto têm acesso a especialistas que compartilham conhecimentos voltados a apoiar o crescimento dos projetos de forma sustentável”, complementa.

Para participar da segunda edição, as startups interessadas devem acessar o site www.inovesenior.com.br e preencher um cadastro com informações detalhadas sobre o projeto. Entre os requisitos para participar do programa estão a apresentação do MVP (Produto Mínimo Viável) validado; ter mais de um empreendedor dedicado à operação; disponibilidade para estar presente em Florianópolis durante as sessões de mentoria; e atuação no mercado corporativo, seja no modelo B2C (de negócios entre empresas) ou B2B2C (negócios entre empresas com foco no consumidor final). Outro ponto importante é que a startup não precisa, necessariamente, ser pessoa jurídica ou ter faturamento mínimo.

 

Etapas da aceleração

 

Após o término das inscrições, 20 startups serão pré-selecionadas para participar do processo de apresentação dos negócios. Dessas, 10 serão escolhidas por um comitê avaliador – composto por executivos da Senior e parceiros – para participar de atividades, durante um mês, que incluem entrevistas com empreendedores e uma avaliação detalhada do negócio.

Até oito startups participarão do processo de aceleração, durante o qual serão divididas entre aceleração comercial ou aceleração de produto, de acordo com estágio e maturidade do negócio. Nesse momento, as empresas receberão orientações sobre modelos de negócios, validação de mercado, viabilidade do produto, força de vendas, acesso ao mercado e gestão.

A aceleração acontecerá durante o ano de 2017 e até duas finalistas poderão receber investimento de R$ 250 mil cada, além de tornarem-se Unidade de Negócios da Senior.

 

18994311458_72fd4feec6_z