Operação-SC-V Uma promoção do:
Operação-SC-V Uma promoção do:
Sinta-se livre para entrar em contato:

O Programa Sinapse da Inovação da FAPESC

O Programa Sinapse da Inovação é uma ação empreendedora promovida pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) em conjunto com a FAPESC e desenvolvida pela Fundação CERTI no Estado de Santa Catarina

O Sinapse da Inovação visa à prospecção e transformação do conhecimento em inovações. O Programa é voltado para as potencialidades ofertadas pelas pesquisas realizadas em Instituições Científicas e Tecnológicas, para que o conhecimento gerado por pesquisadores, estudantes, professores e outros profissionais atuantes nestas instituições, resulte na criação de novas empresas (spin-offs).
Aplicado em cinco edições, o Programa iniciou em 2008 com o projeto piloto na Grande Florianópolis para validar a metodologia. Como resultado, foram apoiadas 10 novas empresas que hoje estão espalhando oportunidade de emprego e gerando renda na região da Grande Florianópolis.

A segunda aplicação da metodologia (Operação SC I), viabilizada através de uma parceria entre FAPESC e FINEP, ocorreu em 2009, desta vez abrangendo as oito Mesorregiões do Estado de Santa Catarina. Em 45 dias de inscrições, 1171 ideias de produto/processo inovadores foram cadastradas no Portal, que por sua vez resultaram em 61 projetos apoiados.
A Operação SC II iniciou em 2010, também de abrangência estadual, contou com apoio exclusivo da FAPESC. Nesta operação, inscreveram-se 1158 ideias de projetos inovadores nos quais foram apoiados 48 novas empresas, com recursos, capacitações e consultoria.

A Operação SC III iniciada em de 2011, por sua vez, recebeu o apoio da FAPESC e do SEBRAE. Nessa operação foram inscritas 1175 ideias inovadoras, das quais 88 receberam recursos para criação de empresas.

Em 2013, a Operação SC IV contou com o apoio da FAPESC e SEBRAE, contemplando 93 projetos das 1.226 ideias submetidas.
O programa tem estimulado a mentalidade e conduta empreendedora dentro das Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) do Estado de Santa Catarina, o que vem resultando em uma mudança comportamental de estudantes, pesquisadores e professores com vistas à formação de um novo perfil de profissional, mais competentes e focados em gerar negócios competitivos, aumentando o número de empresas nas incubadoras e estimulando o desenvolvimento regional.